Comida sem veneno

Greenpeace Quebrando o Tabu

Baixe Gratuitamente o
Guia de
Produtores agroecológicos
e orgânicos

e peça seus alimentos sem sair de casa.
Junte-se a nós no movimento que defende uma comida de produção justa e saudável, apoiando os agricultores familiares.

Guia de produtoes agroecológicos e orgânicos - da terra para sua mesa
beterraba banana
Greenpeace Quebrando o Tabu

Baixe Gratuitamente o
Guia de
Produtores agroecológicos
e orgânicos

e peça seus alimentos sem sair de casa.
Junte-se a nós no movimento que defende uma comida de produção justa e saudável, apoiando os agricultores familiares.

Guia de produtoes agroecológicos e orgânicos - da terra para sua mesa caju berinjela cenoura

Comida saudável é um direito de todas e todos.

O isolamento e as restrições para conter a pandemia do Covid-19 podem dificultar o acesso a alimentos saudáveis e livres de agrotóxicos. Em muitos municípios, as feiras livres permanecem proibidas. Para ajudar as pessoas a encontrarem comida de verdade, fresca e sem veneno, o Greenpeace e o Quebrando o Tabu prepararam essa ação, com o Sac-Comida sem Veneno e o Guia de Produtores Agroecológicos com uma lista de pequenos produtores e agricultores familiares que continuam trabalhando durante a pandemia, recebendo pedidos por Whatsapp e outros canais.
Faça parte do movimento agroecológico sustentável!

Ao comprar de pequenos produtores, você:

Ajuda na renda dessas famílias

Ajuda na renda
dessas famílias

Defende uma agricultura sem veneno

Defende uma
agricultura sem
veneno

Cuida da sua saúde e imunidade

Cuida da sua
saúde e imunidade

Além de não usar agrotóxicos (o controle de pragas é feito de forma ecológica), a agroecologia respeita os processos da natureza e não provoca danos à água, ao solo e aos animais. Ela também leva a sério as relações de trabalho no campo, de forma que agricultoras e agricultores sejam remunerados de forma justa.


A agroecologia tem ainda outros princípios valiosos, como o incentivo à biodiversidade e a soberania alimentar, ou seja, o direito que os povos têm de decidir sobre o que irão plantar e comercializar, levando em consideração hábitos e cultura locais.


Se nossos governantes têm feito escolhas erradas sobre a alimentação da população brasileira, é fundamental que a gente cobre deles políticas públicas que incentivem a produção e o consumo de alimentos de qualidade, sem veneno, a preços justos e que promovam hábitos alimentares mais saudáveis.

Queremos que a agroecologia seja o novo normal!